Quinta-feira, Outubro 6, 2022
News

Eu é quem meti o Balilson do Bad B no show da Unitel”, afirma Preto Show

Convidado recentemente para participar do Podcast, “AirBuzz”, Preto Show reconheceu o talento de Balilson BBC, e revelou que foi o responsável pelo mesmo subir ao palco de um dos maiores festivais de música em Angola, “Unitel Festa da Música”, realizado em Julho, na Baía de Luanda.

Durante a conversa, o músico começou por contar a maneira como esteve envolvido na actuação de Balilson BCC, no show da “Unitel Festa da Música”, no qual teve a ajuda do também cantor Scró Que Cuia, que conseguiu localiza-lo.

“Nós tínhamos um show da Unitel, e quando cantavamos e saíamos, o pessoal gritava Bad B, mas ele não estava no cartaz e por acaso eu tive que falar com o Scró para contratá-lo e pagá-lo para estar dentro do show. Eu é quem fiz o movimento para ele subir, e fiz o pagamento, tudo. Depois o que aconteceu, houve especulações, eu trabalho com máquinas e não vou sair para dar uma nota de que ‘fiz isso, peguei o Bad B, mandei o Scró’ por acaso pedi ao Scró, porque o meu Express não estava a funcionar, e ele transferiu o dinheiro na hora, porque o puto sem pagamento não subiria ao palco e mete-los no set do Nelasta”, começou por contar.

Questionado sobre os motivos que o levaram a colocar no palco um artista que não fazia parte do leque de convidados para o show, horas antes de o mesmo terminar, Preto Show justificou que veio do guetto e o pessoal da cidade clamava por alguém que é do mesmo sítio.

“Porque, logo que começa o show o pessoal grita Bad B. Ele é um puto de negócios que veio, Bad B querendo ou não, não muda nada no show da Unitel, é um palco top para ele e quando olho para aquilo, digo: ‘mas um gajo do gueto que o pessoal da city esta clamar’, Scró localiza esse nigga e ele foi até ao mercado da comida, ficou uma hora no carro a espera. Na minha factura da Unitel, está lá Bad B pagamento, e quando vi na net a informação deturpada, falei ‘nigga estou na fase de fazer dinheiro e não tenho tempo para sentar e discutir, não é o Nelasta… ganho o quê? Ele sozinho na sua consciência sabe o que aconteceu, só que depois, o mais estranho que acontece, e que fiquei triste, liguei para o agente do puto e dei um papo, é que o Nelasta tinha o time dele e não era obrigado a meter o Bad B e nós pedimos para mete-lo no mesmo tempo, o Nelasta tocou a música o Bad B entrou e repetiu de novo a música e já não estava no tempo, mas as pessoas estavam sempre a pedir e o Nelasta não tinha como”, disse.

Ao finalizar, o artista disse ainda que se sentiu indignado e magoado com o comportamento que o autor do sucesso “Bad B” demonstrou, depois de todo o trabalho que teve em ajudá-lo a estar no palco de um dos maiores festivais de música que reuni artistas nacionais e internacionais.

“Depois vi o puto a dizer que lhe trataram mal. Perguntei, tens a noção o que é meter lá os pés? Tinhas noção que estarias num show da Unitel? Nigga nós lutamos para te meter naquele espaço. Eu digo sempre, qualquer cena passa na nossa vida devemos parar e dizer obrigado. É um puto que está a vir fixe, curto dele, mas tipo olhei e disse assim: ‘esse puto não vou ajudar tão cedo’ e o que acontece, comigo automaticamente ele tranca a porta de um gajo poder ajudar amanhã, já penso ‘ah já aconteceu com aquele, esse mais. Ele não estava no guião, no entanto que ele actuou com o microfone com fio, se ele estivesse no guião estaria no tempo dele com o microfone sem fio, tudo nos conformes, em contrato normal, pergunta ao Bad B se a Unitel o contactou em algum instante, fui eu que o contactei e paguei e o Scró é que fez o pagamento, simples”, finalizou.

 

Leave a Response